BEDA #9 – 5 livros que comprei e não li (por inteiro)

Foto: Pixabay

Preciso admitir que faço muitas coisas no impulso. E por uma boa época da minha vida, esse impulso estava em comprar livros legais/bonitos na Livraria Cultura, na livraria da rodoviária, sebos, etc. Nunca fui uma pessoa de ler muito, mas comprava na promessa de “estimular a leitura”.

Devo ter pelo menos 30 livros $_$ comprados dessa época – contando aqueles “interativos” como o Wreck This Journal e os de colorir como o “Jardim Secreto”. Alguns eu comecei, outros eu nem abri. E para não passar tanta vergonha, listei aqui apenas 5 dessa coleção:

  1. Como Organizar Sua Vida Financeira (por Gustavo Cerbasi): esse eu não passei do sumário. Mas tenho a esperança de iniciar a leitura ainda neste ano, já que estou começando a entender mais de educação financeira. Junto com ele eu comprei o “Adeus, Aposentadoria”, também do Cerbasi.
  2. O retrato de Dorian Gray : The picture of Dorian Gray bilíngue (por Oscar Wilde): Há no mínimo 3 anos eu tento ler esta história. Comecei com uma edição antiga da Penguin Books em inglês, fiquei quase 1 ano com o livro e cheguei até o 2º capítulo. Aí eu comecei a achar que o problema estava em tentar ler em inglês, o que me fazia perder o foco com facilidade. Encontrei essa edição no shopping e gastei todo o (pouco) dinheiro que eu tinha na carteira porque me apaixonei pela capa e adorei o fato de ser bilíngue (e poder comparar o que o autor escreveu com o que traduziram).
  3. Isso Me Traz Alegria (por Marie Kondo): Eu tinha o 1º livro da Marie (“A Mágica da Arrumação”), mas além de só ter começado o livro, emprestei pra uma pessoa que não vai mais me devolver =_= Aí acho que há uns 3 meses atrás o “Isso Me Traz Alegria” estava em promoção na Fnac e eu comprei. Tinha ouvido falar que era um guia melhor que o 1º livro por ter figuras agora, mas não avancei o suficiente pra saber (nem vou conseguir comparar também)
  4. Walden (por Henry David Thoreau): Comprei inspirada pela Thais do Vida Organizada, que disse que depois que terminou a leitura largou o emprego e foi fazer mochilão! Diz-se que o livro trata de simplicidade voluntária e eu tenho bastante curiosidade sobre o assunto, mas confesso que fico com receio de entender a essência e querer jogar coisas pro alto hahahhah
  5. A Arte de Fazer Acontecer (por David Allen): BOOM! O livro-guia do GTD, esse método maravilhoso de produtividade, essa Bíblia do “fazer acontecer” e… Não li. O pior de tudo é que eu tenho a 1ª e 2ª edições e não cheguei a ⅓ de cada um. Este talvez seja o motivo de eu ter tantas dúvidas sobre o método e não ter conseguido aplicá-lo totalmente na minha vida até agora. Mas quem sabe esse ano eu ainda consiga retomar!

E fico por aqui hoje!

Vou lá tentar ler um livro sqn hahaha

 

Continue Reading