BEDA #15 – Do início da jornada minimalista

Colonia del Sacramento, 2017. Foto tirada por mim 🙂

Hoje eu fiquei muito incomodada na minha mesa de traballho.

Normalmente eu levo na mochila muitas coisas (isso poderia dar um post!) e basicamente a esvazio na minha mesa. Em geral eu consigo trabalhar numa boa, mas hoje eu não consegui me focar enquanto não joguei as coisas no armário e fiquei só com o mínimo de objetos. Estava me sentindo sufocada. E só depois de guardar quase tudo consegui ver o que tinha para fazer e que não havia tanta coisa assim, e toda a ansiedade era sem sentido.

E neste momento decidi tentar mais me aprofundar na filosofia minimalista. Sempre achei que o minimalismo não era pra mim, até hoje. Preciso focar na questão: “O que realmente importa?” e partir daí selecionar o que fica e o que terá que ir.

Estou com a impressão de que tenho coisas demais, não só fisicamente falando (roupas, papelaria, etc), mas também digital (apps, cursos online, etc). Hoje já comecei a analisar a parte dos livros e aplicativos, mas ainda vai longe. Espero que tudo dê certo e continuar firme na jornada, que promete ser longa, consistente e constatnte.

Procurando hoje vídeos sobre o assunto, encontrei este bem legal:

E por hoje é isso!

Continue Reading